Aprenda a fazer a renovação do próprio visto

Em tempo de recessão ecônomica e queda de serviço precisamos economizar, não é mesmo? Então, que tal começar aprendendo a renovar o próprio visto?

Normalmente quando você solicita a renovação do visto por uma empresa especializada têm suas vantagens, como : comodidade, tranquilidade, garantia, etc. Porém, há um preço a se pagar pelo serviço prestado, que varia de 10 mil yenes à 18 mil ienes em média dependendo do tipo de visto que foi solicitado.

Muitas pessoas com quem converso, sempre têm os mesmo questionamentos, como por exemplo:

E se faltar algum documento, o que eu vou fazer ?

E se meu visto não sair ?

Eu não falo japonês, se caso me perguntarem alguma coisa ?

Não escrevo japonês, como vou preencher o formulário de requerimento ?

Precisamos descontruir algumas ideias que nossa comunidade contruiu ao longo dos anos, há tempos que passamos de residente de longo prazo para residente permanente por mais que muitas pessoas não possuem o visto permanente, entretanto, residem aqui há pelo menos uma década.

Uma das coisas mais importante na hora da separação dos documentos é sem dúvida a organização , por isso vou listar abaixo uma forma simples de separação dos documentos necessários com explicação, bora lá!

Documentos necessários:

1. Documentos que comprovam a descendência por ordem cronológica:

Nissei (二世) – Segunda geração

  • Koseki Touhon (戸籍謄本)
  • Certidão de casamento dos pais ( caso não conste no Koseki Touhon)
  • Certidão de nascimento ( solicitante)

Sansei (三世) – Terceira geração

  • Koseki Touhon (戸籍謄本)
  • Certidão de casamento dos avós ( caso não conste no Koseki Touhon)
  • Certidão de nascimento (pai ou mãe)
  • Certidão de casamento dos pais
  • Certidão de nascimento (solicitante)

Yonsei (四世) – Quarta geração

  • Koseki Touhon (戸籍謄本)
  • Certidão de casamento dos bisavós ( caso não conste no Koseki Touhon)
  • Certidão de nascimento (avô ou avó)
  • Certidão de casamento dos avós
  • Certidão de nascimento (pai ou mãe)
  • Certidão de casamento dos pais
  • Certidão de nascimento (solicitante)

Haiguusha (配偶者) – Cônjuge

  • Certidão de casamento
  • Todos os documentos do cônjuge descendente (de acordo com a geração)

Todos os documentos citados acima podem ser cópias ou originais, e devem estar anexado com a tradução para o japonês, exceto o Koseki Touhon que é de origem japonesa.

Cônjuge de descendente precisa apresentar todos os documentos que comprovam a descedência do esposo(a) e a certidão de casamento ( Cuidado, dependendo da situação podem solicitar que a certidão de casamento esteja no prazo de validade de 6 meses). O restante dos documentos são os mesmos para todos.

A validade dos documentos de acordo com alguns meios de comunicações, necessita estar no prazo de 6 meses, porém ao renovar nunca me pediram as cópias originais dos documentos, e muito menos que estivessem dentro do prazo de validade de 6 meses.

Mas como varia de acordo com cada caso, recomendo que dê entrada 2 meses antes do vencimento do visto para que tenha tempo suficiente para fazer o pedido do documento caso seja solicitado.

2. Documentos que comprovam renda e moradia:

  • Atestado de residência ( Juminhyou) *
  • Comprovante de Renda ( Shotoku Kazei Shomeisho )*
  • Comprovante de pagamento de imposto (Nozei Shomeisho)*
  • Atestado de trabalho ( Zaishoku Shomeisho) , emitido pela fábrica ou empreiteira

Atestado de residência – em nome de todos os membros que moram junto.( ZEN’IN)

Comprovante de renda – referente ao último ano fiscal.

Comprovante de pagamento de imposto – referente ao último ano fiscal, há caso que solicitam referente aos dois últimos anos.

* Documentos emitidos pela prefeitura , custam em média 300 ienes por via.

3. Documentos de identidade:

  • Zairyuu Kaadoo
  • Passaporte
  • Carteirinha do seguro-saúde

Zairyuu Kaadoo – retêm no momento de dar entrada para tirar cópia e entregam no fim do processo.

Passaporte – retêm, fazem a identificação facial e entregam no fim do processo, muitas pessoas renovam o passaporte apenas para solicitação do visto, não é obrigatória a renovação, porém é aconselhável pela imigração que tenha o passaporte em dia para caso precise viajar com urgência.

Seguro de saúde – no caso de não estar inscrito no seguro de saúde, não é necessário apresentar, mas dependendo da situação pode influenciar no tempo de permanência do visto.

4. Formulários e outros:

Os formulários podem ser retirados diretamente na imigração.

5. Avalista ( Hoshounin)

  • Atestado de residência ( Juminhyou)
  • Comprovante de Renda ( Shotoku Kazei Shomeisho )
  • Comprovante de pagamento de imposto (Nozei Shomeisho)
  • Atestado de trabalho ( Zaishoku Shomeisho) , emitido pela fábrica ou empreiteira
  • Formulário de certificado de garantia ( baixar arquivo)

Se o avalista for uma pessoa física, apresentar todos os documentos acima, caso o avalista for uma empresa ou empreiteira apresentar apenas a carta de garantia emitido pela empresa.

Abaixo um check list com os documentos necessários em pdf para baixar e facilitar na hora da separação dos documentos.

Modelo do hagaki ( foto ao lado)

No momento da entrega dos documentos, o solicitante receberá um cartão postal resposta (hagaki) em branco, deverá preencher com o nome e endereço completo em japonês ou romaji. O hagaki será entregue em forma de notificação no endereço desejado com as seguintes informações: número do processo, data limite de retirada, documentos que precisa levar e valor.

O que precisa levar para retirar o visto:

Passaporte

Zairyuu Kaadoo

Shuunyuu Inshi (selo) no valor especificado no hagaki

Certificado de pagamento da taxa ( baixar arquivo )

Hagaki (notificação)

O selo é vendido em todos os correios do Japão, até a data que esse post foi publicado o valor do visto simples > 4.000 ienes e o visto permanente > 8.000 ienes.

6 comentários em “Aprenda a fazer a renovação do próprio visto

    1. Olá ,Edson. Obrigado pelo comentário e desculpe-me pela demora da resposta, pois fiquei um tempo fora daqui. Então, se você não saiu do país, não necessita de nenhum documento em especial. Lembrando que a imigração já fica com todos os documentos do solicitante arquivado. Se não trocou muito de serviço durante esse período e os impostos estando em dia , acredito que não haverá novidades. Mesmo que os impostos não estejam todos quitados, a imigração libera o visto, porém, há casos de pegarem apenas 6 meses. Boa sorte.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: